Bezerro branco e marrom em fazenda

Vermífugo para bezerros: Cuidados necessários

O sucesso de um rebanho depende diretamente de aspectos associados à eficiência do manejo nutricional, reprodutivo e sanitário. O controle parasitário está entre os principais desafios da criação bovina, já que uma infestação leva ao prejuízo tanto da saúde como da nutrição dos animais. Por isso, administração adequada de vermífugo para bezerros é uma excelente aliada do criador.

As verminoses podem causar um grande prejuízo à produção bovina, uma vez que o animal afetado não se alimenta e nem se desenvolve adequadamente, tendendo a apresentar também uma pelagem e couro de má qualidade. Um controle parasitário por meio do uso de vermífugo para bezerros, portanto, é essencial para garantir a saúde do gado e a qualidade do rebanho produtivo.

Embora as verminoses possam ser associadas a um leve aumento na mortalidade dos animais, o maior problema que a infestação por esses parasitas pode causar a um rebanho bovino diz respeito a uma significativa queda de desempenho. Em geral, bezerros infestados registram menor ganho de peso e más condições nutricionais, embora muitas vezes não apresentem outros sintomas clínicos.

Como administrar vermífugo para bezerros?

Estudos apontam que, entre o período de desmame e os 24 meses de vida, o prejuízo causado pela verminose é ainda mais acentuado. Por isso, é necessário que a administração do vermífugo para bezerros seja feita de maneira adequada e no momento certo, garantindo o manejo correto e o melhor aproveitamento do medicamento.

O tratamento dos animais antes do desmame nem sempre é a melhor opção e, de maneira geral, é uma opção mais interessante em sistemas que comercializam bezerros por quilo ou que colocam os animais precocemente em confinamento para engorda. Por isso, é sempre necessário avaliar o momento mais propício para o fornecimento do vermífugo para o gado, avaliando fatores como:

  • Tipo de sistema de produção adotado;
  • Época do ano;
  • Categoria em que o animal se encontra;
  • Ciclo biológico dos parasitas.

Principais estratégias de combate às verminoses

O controle das infestações de verminoses em rebanhos bovinos pode ser baseado em diferentes frentes, sendo que as principais delas são o controle das formas parasitárias presentes na pastagem e o uso de vermífugo para bezerros e animais já adultos. A primeira estratégia consiste no ataque aos agentes infectantes que podem estar presentes no ambiente, minimizando as chances de que eles sejam ingeridos pelos animais.

A utilização do vermífugo para bezerros, por sua vez, pode ser apontada como a principal e mais eficiente arma para controle das verminoses. A utilização desses medicamentos pode ser feita de variadas maneiras, sendo elas:

  • Curativa: os animais são vermifugados apenas quando apresentam sinais clínicos de infecção por parasitos;
  • Supressivo: os vermífugos são administrados em intervalos específicos, ao longo de todo o ano;
  • Tático: o rebanho é vermifugado quando há alguma condição ambiental que favorece a infestação de vermes ou quando o momento de manejo favorece a administração dos remédios;
  • Estratégico: baseia-se na prevenção e utilização racional dos vermífugos, minimizando as chances de que ocorra dosificação desnecessária ou desenvolvimento de vermes resistentes.

Qualidade Chemitec

Com ampla experiência no mercado farmacêutico veterinário, a Chemitec oferece uma linha completa de medicamentos específicos para bovinos de produção. O Ricobendazole 13,6% Chemitec®, por exemplo, é um fármaco de amplo espectro indicado para o tratamento de infestações parasitárias pulmonares e gastrintestinais que afetam os bovinos. O produto não é tóxico, sendo bem tolerado pelos animais em todas as idades, não sendo indicado apenas para fêmeas com gestação avançada.

Para saber mais sobre como o uso do vermífugo para bezerros da Chemitec pode trazer benefícios para seu rebanho e descobrir a melhor forma de administrar o medicamento, converse com um veterinário de sua confiança.

CTA de distribuidores da Chemitec para o blog

Fontes:

Revista Veterinária;

Embrapa.

 

Published by

Chemitec® Produtos Veterinários