Remédio para carrapato

Parasitas, como o carrapato, são mais comuns do que parece. Na realidade, quanto mais quente estiver a temperatura maior a chance de proliferação deste parasita, sendo que ele pode ser transmissão de graves doenças. Para combater tal situação é indicado o uso de remédio para carrapato, mas para isso é fundamental que o animal seja examinado por um veterinário antes de ser administrado qualquer medicamento.

O melhor remédio para carrapato é a prevenção do aparecimento do mesmo, sendo que os cuidados com a higiene do pet e do local em que ele circula e permanece deve ser foco de atenção dos tutores.

Por mais que muitos acreditem que os carrapatos aparecem apenas em cães, eles podem aderir na pele de gatos, vacas, bois, capivaras, entre tantos outros animais. Nos animais domésticos — como cães e gatos — é bem mais fácil conter uma infestação, basta seguir alguns cuidados.

O primeiro e mais importante é a administração de medicamentos contra carrapato. Nos animais domésticos, é possível encontrar antiparasitários, que além de serem remédio para carrapato, impedem a infestação de outras pragas como as pulgas, os piolhos e até mesmo a sarna.

Eles são encontrados facilmente em clínicas veterinárias e petshops e são vendidos em pipetas, em spray e até mesmo em comprimidos. As pipetas, garantem proteção de um mês, sendo necessária a aplicação de uma nova dose, passado o período. 

O spray é forte aliado daquele animal que tem uma rotina mais repleta de atividades e que convive (ou tem contato direto) com outros animais domésticos. Ele pode ser aplicado em toda a extensão corporal do animal quando ele está passeando no parque, impedindo que o carrapato grude em sua pele.

As coleiras antiparasitárias também garantem alta proteção por um maior período, mas por mais que se mostrem excelente remédio para carrapato, é necessário que o médico veterinário indique o seu uso.

Qual a periodicidade da aplicação do remédio para carrapato?

Isso dependerá do método escolhido. As pipetas e spray têm duração de 30 dias, a proteção oferecida pela coleira dependerá do fabricante, sendo que existem marcas que afirmam proteção superior a quatro meses. O que se mostra com maior durabilidade é o comprimido, mas para que sua eficácia seja comprovada, deve ser administrado no animal conforme orientação do veterinário.

Animais que vivem em pastos e na mata também são suscetíveis a infestação de carrapatos, logo é importante o cuidado higiênico de quem mantém esses animais e de quem tem proximidade com os mesmos, pois o carrapato pode sim transmitir doenças aos humanos.

O que torna o carrapato tão perigoso?

Existe mais de 800 tipos distintos de carrapatos. E é importante explicar que nem todos são transmissores de doenças, porém os que estão contaminados podem espalhar as seguintes doenças:

  • Babesiose;
  • Erliquiose;
  • Doença de Lyme;
  • Febre maculosa;
  • Paralisia do carrapato.

Todas causam sérios riscos à saúde do animal e quando não tratadas de formas correta, podem levar a morte. Por isso é importante que o remédio para carrapato seja administrado conforme a orientação do médico veterinário.

E o mais importante é que esse remédio para carrapato ou carrapaticida pode ser administrado no animal mesmo quando a infestação já ocorreu. Outra dica importante é que o tutor retire os carrapatos que estão presos a pele do pet, mas isso deve ser feito com cuidado.

A dica, caso seu animalzinho tenha carrapatos é tirá-los com o auxílio de uma pinça. Certifique-se que ao puxar o parasita da pele, ele saiu por inteiro e para conseguir eliminar a praga, o ideal é e jogar o parasita em um pote com álcool e posteriormente dispensar o conteúdo deste pote em um vaso sanitário.

Fique atento às mudanças no animal

Por mais que nas altas temperaturas os animais possam parecer mais indispostos, quando contaminados por alguma bactéria presente em um carrapato, diversos sintomas podem ser perceptíveis como: vômitos, diarreia, fezes com sangue, falta de apetite até a perda de movimentos.

Ao identificar qualquer mudança de comportamento em seu pet, leve-o ao veterinário e faça um check-up em seu animalzinho de estimação. Siga todos as orientações do profissional e administre sempre o remédio para carrapato para evitar qualquer complicação à saúde de seu animal de estimação.

 

Published by